PORTFÓLIO
COLUNA #105 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
BELEZA
Tudo que você precisa saber sobre o novo Malbec Flame
PORTFÓLIO
COLUNA #104 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
27 de março de 2020

COLUNA #82 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

Arte em tramas:

A diretora criativa, Carol Couto, da marca alagoana Trapilho Chic conta sua trajetória de empreendedorismo e paixão pelo trabalho handmade

A Trapilho Chic é uma marca que carrega em si uma identidade visual muito forte, as bags assinadas por Carol Couto lançam olhos sobre a beleza do trabalho handmade. A fundadora do ateliê mostra que uma peça artesanal pode ganhar um perfume contemporâneo e transitar entre as temporadas, tudo isso embalado por muito estudo das tendências, constantes inovações no design e boas doses de criatividade.

A arquiteta e urbanista por formação usou o período da sua gravidez para exercitar as habilidades manuais. E os fios de malha se transformaram em cestos, tapetes e peças planas… Talentosa e dedicada em tudo que faz, em 2019 chegou o momento de virar a chave e partir para um novo desafio profissional. Já exercendo a maternidade, Carol fechou o ciclo na arquitetura e passou a se dedicar aos trabalhos manuais e viver integralmente sua marca Trapilho Chic.

Sempre em constante processo criativo, a Designer nos conta que há um propósito em suas peças: “Nossas bolsas artesanais contribuem para elevar a autoestima das mulheres, ressaltando e valorizando seu estilo próprio, oferecendo design exclusivo e alta qualidade”, comentou entusiasmada. Entre os modelos mais procurados estão as bags redondas, elas são práticas, fáceis de manusear e conversam com a maioria dos looks. São elementos coringas no styling e possuem DNA marcante.

O trabalho do ateliê também contribui para fortalecer a crocheteria, que é uma técnica milenar encantadora. A marca também já promoveu a capacitação de muitas mulheres junto com a ONG MANDAVER, no bairro Vergel. Hoje, duas delas já prestam serviços para a empresa e já possuem a carteira nacional de artesão. Além disso, na programação anual terá um workshop para capacitar pessoas interessadas em aprender essa técnica, dentro de um novo conceito, utilizando o fio de malha como matéria- prima.

Em breve novas coleções serão lançadas, e também será inaugurado um expositor cápsula, que estará circulando por diversas lojas em Maceió. Vale acompanhar o trabalho que a marca vem desenvolvendo, bolsas que são verdadeiras joias handmade, perfeitas para imprimir charme e uma bossa fashion única aos looks.

Serviço:

Instagram: @trapilhochic Site: www.trapilhochic.com

Créditos

Fotos: Roger Silva | Modelo: Vitória Alcantara | Produção: Wilson Smith e Janny Araújo | Looks: Marina Ferro Handmade

22 de março de 2020

COLUNA #81 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

O início do ano para os fashionistas é sempre marcado pelo circuito da moda internacional, a notícia do Coronavírus se propagou durante a semana de moda de Milão e assustou todos os envolvidos dessa cadeia. Em seguida, Paris se tornou o centro das atenções para dar continuidade aos lançamentos das coleções de Outono-Inverno 2020/2021. Nesse contexto do avanço da doença muitas marcas cancelaram suas apresentações e os desfiles da temporada cruise que acontecem logo em seguida estão na mesma situação, além do pânico, o COVID-19 também tem gerado grandes desfalques na economia deste mercado.

Toda a frenesia e glamour dos desfiles tornou-se sinônimo de medo e preocupação, visto que a aglomeração de pessoas em ambientes fechados é uma situação de risco. Mas, esse momento tem sido de bastante reflexão, muitas marcas gravaram os desfiles sem plateia e apresentaram ao vivo em diversas plataformas, o atual cenário serviu para o surgimento de novos formatos na exposição das apostas do que será usado nos dias invernais. Grandes editores de moda suspenderam os trabalhos na redações e tem desenvolvido as atividades em home office. Em solos brasileiros o SPFW já se pronunciou cancelando o evento que aconteceria em abril.

A temática tem se tornado recorrente, e de fato quanto mais informações tivermos será melhor. A prevenção é um fator extremamente importante e é preciso estar conectado com essa rotina de cuidados. Está sendo comum ver a utilização de máscaras, mas o hábito de inseri-las na produção já era uma aposta forte entre os adeptos do street style de metrópoles como Hong Kong, Nova York, Londres e outras grandes cidades, os mais antenados do globo já usavam máscaras antipoluição para incorporar ao look urbano. Inclusive, grifes reconhecidas como Off White, Heron Preston, Anti Social Club e Supreme possuem diversos modelos para venda.

Nesse contexto “zeitgeist” (espírito de um tempo) que é captado com maestria por muitos estilistas, sem dúvidas nessa temporada os holofotes estão voltadas para Designer francesa Marine Serre, de 28 anos, que fundou sua grife em 2017 e já estampou suas famosas luas minguantes em produções para Beyoncé, Dua Lipa, a família Kardashian e outras grandes celebridades. Depois de desfilar em algumas temporadas, o fashion show de Marine se tornou um dos mais aguardados da Semana de Moda de Paris. Suas criações misturam futurismo, sustentabilidade e códigos culturais, já tem alguns anos que ela vem utilizando máscaras em suas coleções e nessa última não foi diferente. Fazendo jus ao que ela chama ser “futurewear”, uma temporada que sem dúvidas fica eternizada na história da moda. Torcemos para que tudo se estabilize!

16 de março de 2020

COLUNA #80 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

O universo esportivo e utilitário está super em alta! E nada melhor do que aliar conforto e estilo na rotina. Nessa edição fizemos uma curadoria de alguns lançamentos que aqueceram o meio fashion essa semana.

COVER GIRL

A Puma apresenta no Brasil o novo Cali Sport Heritage, uma versão exclusiva do Cali, sneaker inspirado na West Coast e no modelo Califórnia, que marcaram os anos 80. Sua campanha de lançamento é estrelada pela embaixadora da marca Selena Gomez, em um ambiente totalmente moderno, traduzindo a renovação do clássico e sua essência street syle. Já está à venda por R$ 399,90 no site www.puma.com.

NEW HIT

Durante o desfile da Off-White na semana de moda de Paris, a grife lançou uma nova colaboração com a Air Jordan. O sapato será oferecido no tamanho feminino – é executado em tons neutros e o detalhe fica por conta dos pingentes. O texto “Shoelaces” adorna os cadarços. O modelo é super cool, acompanha os looks mais descolados e também fica incrível descontruindo a formalidade da alfaiataria.

PEÇA CHAVE

A marca nova-iorquina Supreme acaba de anunciar mais uma parceria com a Nike. Desta vez, a collab vem junto do modelo Nike Air Force 1 Low nas cores pretas e brancas. Os novos modelos são bem minimalistas. Com as cores diretas e lisas, o tênis entrega de diferencial apenas o conhecido logotipo da Supreme, bem como um cadarço todo adesivado com a marca. Aquele coringa para usar incansavelmente.

TREINO COM ESTILO

Inspirada no Japão, a Hope Resort apresenta a nova coleção de Inverno 2020. O tema desta temporada foi abordado por meio das estampas e modelagens das peças, fazendo uma homenagem à cultura nipônica. Os modelos da linha fitness contam com tops, leggings e jaquetas em materiais premium, peças que garantem o estilo mesmo durante as horas de malhação. Para treinar muito fashion!

6 de março de 2020

COLUNA #79 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

A moda é empoderadora. É muito mais do que se vestir, é colocar um ideal, uma atitude, é mostrar a personalidade através da roupa. A moda tem o poder de passar uma mensagem e pensando nisso a coluna resgatou fatos que marcaram a história e ecoa até hoje no closet feminino!

CURTAS
A minissaia foi um marco na história. A sua invenção é creditada à Mary Quant, uma figura marcante do movimento “Swinging London”, – que diz respeito à efervescência cultural e o modernismo de costumes iniciado em Londres -, e graças a peça que desafiava os padrões da época mostrando as pernas das mulheres houve vários debates sobre os direitos femininos. A verdade é que, para Quant, a minissaia nasceu do desejo de suas clientes e dos movimentos da época, que pediam que as suas saias fossem encurtadas cada vez mais. Liberdade sempre, inclusive nos looks!

LIBERDADE
Em 1920, Mademoiselle Gabrielle Chanel revolucionou a ideia de uma mulher usar calças: com pernas largas, o modelo foi primeiramente inspirado nas peças utilizadas por marinheiros da época. Já em 1950, as calças jeans tornaram-se a peça-desejo de todas as mulheres: versáteis e confortáveis. Coco Chanel introduziu o empoderamento feminino por meio das suas criações que permitiam uma maior liberdade de movimento para as mulheres.

PARA TODOS
Em 1966, quando a moda passava pelo frenesi da minissaia, que Saint Laurent, em sua coleção de Outono/Inverno, deu destaque ao ‘Le Smoking’: uma versão feminina do conjunto de terno e calça, oferecendo às mulheres o poder de substituir os vestidos longos em festas mais sofisticadas. Ao mesmo tempo que revolucionou a ideia de roupa de gala, o smoking chocou conservadores que chegaram a proibir o seu uso nestes eventos. Não foi suficiente para impedir o seu sucesso. Afinal, até nos dias atuais uma mulher com seu terninho não quer guerra com ninguém!

IMPONENTE
A roupa comunica, e em meados dos anos 30, a estilista Elsa Schiaparelli apresentou as ombreiras para o meio fashion, dando um up na silhueta feminina e afastando-a da objetificação. Já nos anos 80, os ombros bem marcados reaparecem em sintonia com o movimento ‘Power Dressing’: a necessidade de dar às mulheres mais força no ambiente de trabalho. Os ombros volumosos eram como armaduras, que davam autoridade em um espaço que antes era dominado pelos homens.

1 de março de 2020

COLUNA #78 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

Paralelo ao Carnaval no Brasil as semanas de moda internacionais estavam bombando e as notas dessa edição trazem alguns burburinhos da temporada.

RECICLA
Maison Magriela, sob o comando criativo do britânico John Galliano, desfilou na semana de moda de Paris. Mostrando uma coleção que foi feita totalmente com reutilização de tecidos e peças, Magriela anunciou uma nova marca: a Recicla. Misturando cores e tecidos com costuras aparentes, além de muitas aplicações nas roupas. Garantindo um efeito visual marcante e propondo um inverno descolado e cheio de personalidade. Além disso, os acessórios de cabeça foram o forte da passarela da Maison. Diferentes formas de chapéus completavam os looks.

ESTRELA
A modelo Ugbad Abdi brilhou nas semanas de moda internacionais. Negra e nascida na Somália, a top muçulmana rouba olhares não apenas pela beleza única, mas por seu sempre respeitado hijabi, lenço de cabeça que é uma expressão da religião muçulmana. Nascida em meio a uma guerra civil, Ugbad viveu um longo período de refúgio no Quênia até chegar, aos 9 anos, nos Estados Unidos. Com 18 anos a adolescente recém-saída do ensino médio foi descoberta pelas janelas do Instagram, tornando-se rapidamente um rosto da Next Models e dando início assim à sua experiência nos maiores backstages do mundo.

XADREZ
Burberry apresentou uma coleção com overdose de xadrez, a nova linha incorporou o print-chave da grife nos mais variados formatos, em tecidos estruturados e fluidos, em roupas e acessórios. Na cartela de cores, o icônico #BurberryBeige acompanha outros tons de natureza neutra e terrosa, como caramelos, marrons e off-whites. Referências esportivas, como gargantilhas e munhequeiras vindas do universo do tênis, fazem contraponto com uma alfaiataria moderna e inteligente, feita para funcionar no dia a dia.

CONVIDADO
Pela primeira vez, Lucas Jagger — herdeiro de Luciana Gimenez e do vocalista da banda Rolling Stones, Mick Jagger — trocou a habitual fila A da Tommy Hilfiger para desfilar pela grife. Conhecido por manter uma rotina cool, Lucas deixou a cidade de Nova York, onde estuda arte, para dividir a passarela com tops como Alessandra Ambrósio, Candice Swanepoel e Naomi Campbell durante o terceiro dia de programação da semana mais conceitual do calendário.