PORTFÓLIO
COLUNA #105 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
BELEZA
Tudo que você precisa saber sobre o novo Malbec Flame
PORTFÓLIO
COLUNA #104 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
29 de agosto de 2020

Bate-papo com a influenciadora Victoria Simonns

Victoria Simonns (@victoriasimonns) é uma digital influencer trans, carioca e que adora se comunicar nas redes. Aos 18 anos sua presença na web tem sido muito marcante, ela leva alegria e leveza aos seus seguidores mostrando sua realidade.

A vida de Victoria começou a mudar em março do corrente ano, quando a influenciadora postou alguns vídeos de “Lomotif” no Twiter.  Em pouco tempo ela vem ganhando uma gama de seguidores. São mais de 118 mil seguidores no Instagram, no seu Twitter são 83 mil. Além do canal no You Tube, que em menos de dois meses, já tem mais de 100 mil de inscritos.

Os números são expressivos e a representatividade mais ainda. O Blog do Wil bateu um breve papo com a influenciadora que integra o casting da Well Models (@wellmodels_), uma agência virtual criada pelo produtor artístico Santiago.

Qual o maior desafio de produzir conteúdo para as redes sociais?

Os conteúdos estáticos aqueles que já estamos acostumados, que não têm interatividade permitiam maior tempo para testes. Nos interativos, a resposta da audiência é quase instantânea, portanto, os conteúdos necessitam ser bem certeiros, para que as pessoas sintam vontade de interagir. E para piorar, conteúdos estáticos não conseguem fornecer os dados que precisam ser estudados para produzir melhores conteúdos interativos. Ou seja, o risco de produzir conteúdos que ninguém interage, por falta de conhecimento sobre o público.

 O que ela almeja alcançar com os conteúdos que produz?

Sou necessária em ser otimista, e sempre acredito que irei alcançar os meus objetivos, independentemente dos percalços no meio do caminho. Se disser a mim mesmo que vou conseguir atingir meus objetivos, minhas chances de atingi-los serão muito maiores.

 

 Que mensagem ela quer propagar através dos trabalhos nas redes sociais?

Tirar o preconceito do caminho, e mostra diversão e mais amor.

O Blog do Wil deseja ainda mais sucesso!

Fotos: Divulgação

22 de agosto de 2020

COLUNA #102 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

MOVIMENTO FASHION

Iniciativas que mobilizam o cenário fashion em nosso Estado são sempre muito positivas. E o projeto “Renda-se – I Mostra de Moda Alagoana” chega para promover uma verdadeira efervescência no setor. A renda filé, patrimônio imaterial de Alagoas, servirá de inspiração para um desfile e exposição, com curadoria da Designer e Arquiteta, Mirna Porto Maia. O evento está programado para ser realizado no Espaço Armazém, em Jaraguá, com transmissão ao vivo no dia 24 de setembro. O desfile vai apresentar criações profissionais e de estudantes de moda da Escola Técnica de Artes da UFAL. Em seguida ao desfile, será inaugurada a exposição “Renda-se”, no Maceió Shopping, permanecendo em cartaz por um mês.

Foto acervo: Mirna Porto e a artesã Teca Rendeira

BELEZA POP

A Fenty Beauty, linha lançada por Rihanna e super aclamada mundo afora está agora disponível oficialmente no Brasil. A marca é badalada por causa de sua extensa cartela de tonalidades de base e iluminadores super pigmentados. Em solos brazucas a marca selecionou várias celebridades e influenciadoras de beleza para divulgar a novidade, incluindo nomes como Thelma Assis, atual vencedora do Big Brother Brasil, e as cantoras Ludmilla e Preta Gil. Os fãs da Rihanna pediam há muito tempo pela chegada da Fenty Beauty ao país.

HIT

A marca UGG, expert em emplacar hits entre as fashionistas pela criação de sapatos que combinam muito conforto e inovação, acaba de ganhar seu primeiro endereço no Brasil. O espaço, que está funcionando segundo as recomendações da OMS, fica no shopping Iguatemi SP. O novo pint vai receber pares da sandália de pelúcia: Disco Slide, o modelo polêmico usado por Kylie Jenner no início de agosto e que viralizou na web.

PARA COLORIR!

Indo na contra mão das propostas “naturais” das tonalidades tendência das próximas estações, o rosa é a cor ousada, alegre e moderna que promete invadir os looks das mais descoladas. Vale apostar sem medo no tom pigmentado e super cool. O Pink Lemonade está realmente com tudo. É a aposta perfeita para quem quer ficar por dentro das tendências do momento.

25 de julho de 2020

COLUNA #98 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

Interview Fashion:

Vantuir Gomes, diretor criativo da Alavantu, conta tudo sobre sua moda autoral.

Fotos: Roger Silva

Nossa coluna bateu um papo com o criador Vantuir Gomes que paralelo ao seu trabalho com grandes marcas nacionais tem desenvolvido peças cheias de DNA e brasilidade em sua brand Alavantu. A moda sempre margeou todo o seu lar e a expertise da família pode ser vista em suas roupas. A marca é conhecida pelos emblemáticos conjuntos estampados e a mais recente coleção, batizada de Fênix, está repleta de sugestões incríveis. Um projeto que os fashionistas devem ficar de olho!

Como foi que a moda e o universo da criação entrou na sua vida?

Sou de uma família de costureiros, a matriarca é costureira desde seus 15 anos, e aos 60 continua ativa em seu ofício. O DNA criativo está no sangue. Meu amor por moda vem desde a versão original da novela Ti-ti-ti, achava deslumbrante dois homens disputados por suas clientes. Criar é minha maior motivação.

Há quanto tempo e como se deu a criação da Alavantu?

A Alavantu surgiu no final de 2016 fruto do entusiasmo de trazer um novo olhar sobre a moda masculina. O nome tem vários significados, vem do francês Alavantu: En Avant, Tout quer dizer: Todos vão pra frente. Foi o abrasileiramento das expressões usadas em folguedos de origem francesa praticadas em festas nordestinas. Outra versão que afirmou a escolha é Ala de Alagoas, minha terra natal, com a junção do meu nome Vantuir.

O que você quer levar para o público através das suas criações?

Um olhar que você pode e deve vestir de tudo sem estereótipos, padrões ou limitações. Uma moda “no gender” que é feita para ser usada por diversos públicos.

Quais os diferencias da marca?

Sem dúvidas, está na escolhas das estamparias, acredito na visão dos prints com uma identidade contemporânea sempre, na qualidade dos tecidos e texturas.

Quais são suas principais referências?

Amo a visão limpa e sustentável da Osklen e o design criativo de João Pimenta.

Qual sua maior fonte de inspiração?

Tenho como base o nosso Brasil e sua diversidade cultural, o folclore, além das belezas naturais, a fauna e a flora que são tão ricas. A escolha da cartela de cores varia de acordo com a estação, a marca está sempre em sintonia com as tendências da temporada.

Qual o diferencial da sua coleção mais recente?

A Coleção Fênix tem como aposta os tecidos que não amassam! O crepe musson tem uma leveza e um frescor que não precisa do calor do ferro. O crepe casca de melão e a seda também trazem esse mesmo efeito, são ótimos para a economia de energia e uma excelente sugestão para incluir em malas de viagem.

O que podemos esperar para coleção de Verão’21?

Quero buscar elementos naturais, tons neutros, tecidos rústicos, mas com leveza como o linho, laise e algodão orgânico. Aguardem as novidades, tudo será lançado no Instagram da marca @_alavantu.

Nossa coluna vai continuar acompanhando o trabalho desse criador nato, desejamos vida longa para Alavantu!

6 de junho de 2020

COLUNA #91 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

Uma edição importante e necessária, vale conferir!

Moda com essência

Conversamos com Tenka Dara, Diretora Criativa da Baobá-Brasil, marca pioneira da moda afro-brasileira

Ampliar conhecimentos é sem dúvidas a melhor forma de se despir dos preconceitos e estabelecer uma nova amplitude de sentidos. A inquietude criativa de Tenka Dara, à frente da Baobá-Brasil, tem aberto novos caminhos para moda afro-brasileira. A marca está no mercado há 14 anos e é fruto de uma conexão da Diretora Criativa com Moçambique. O momento de efervescência nos debates sobre a cultura negra conectou o TUDO a essa talentosa Designer que desenvolve mais do que roupas, existe uma proposta de mundo e de estética em cada peça.

Filha de dois importantes militantes do movimento negro, Tanka Dara, hoje aos 40 anos, se formou em Artes Cênicas e Comunicação, mas encontrou na moda um dos seus principais instrumentos de luta e resistência. Ao visitar sua mãe no ano de 2005 que vive em Moçambique, ela ficou completamente encantada com os tecidos africanos e voltou para São Paulo com o desejo de produzir algo com tudo que tinha visto e vivenciado. E foi desse encontro que nasceu a marca. Ela trouxe diversas capulanas para o Brasil, esse tecido multifuncional estampado com padrões africanos norteou suas criações que trazem a proposta afro-urbana com uma identidade e modelagem muito brasileira.

Foto: Renata Duarte

Nesses 14 anos muitas coisas aconteceram, a jornalista paulista migrou para o Rio de Janeiro na intenção de desenvolver seus trabalhos com comunicação visual. Inicialmente a marca que era um projeto em anexo, e começou de forma despretensiosa pelo gosto da criadora em se vestir e do desejo de ter roupas que a representassem, não demorou muito para perceber que existia uma demanda no mercado. Muitas pessoas queriam vestir essa identidade e em pouco tempo o que era uma experiência com roupas se transformou em uma loja e um negócio.

Tanka Dara tem uma narrativa muito forte, e entre os muitos ensinamentos ela destaca a moda como um ato político: “Estética é política, quando assumimos uma identidade no vestir levamos para um mundo um discurso, que é extremamente importante, o que escolhemos como fala no que a gente veste interfere no mundo, porque a roupa fala! Se você escolhe uma roupa que te deixe igual a todo mundo, você fez uma opção, mas quando escolhe uma roupa que fala sobre você, sobre o que acredita, sobre a sua identidade, a sua origem, a sua alma, você afirma para o mundo essa identidade e leva a possibilidade de viver essa pluralidade”, nos contou durante a entrevista.

A moda tem um papel extremamente importante na mudança e na construção do mundo, precisamos estar atentos ao que vestimos, ao que escolhemos comprar, e a criadora reforça a importância de consumir de pessoas e projetos que queremos verdadeiramente apoiar.

O mercado ainda é fechado para moda afro, é um segmento a parte da moda brasileira. “Não sei se tenho interesse real em fazer parte da moda brasileira, mas sim de interferir no que é a moda brasileira e isso é um grande desafio porque as nossas vozes ainda são apagadas, a nossa estética é vista como algo folclórico, como algo secundário”. No entanto é preciso mais do que nunca ter clareza que a identidade brasileira é determinada pela presença negra. Apoiar projetos como a Baobá-Brasil é desconstruir esse cenário tão eurocentrado e branco que temos na moda atualmente.

Em nossa coluna LIFESTYLE sempre queremos abordar a moda sob as perspectivas amplas, que englobem política, economia e questões sociais. Para uma melhor compreensão das temáticas. Diante do cenário acalourado sobre o racismo que estamos enfrentando convidamos o Historiador e Fotografo alagoano Roger Silva para lançar olhos sobre a imagem do negro no meio midiático. Confira:

“Historicamente a imagem de pessoas negras foram alvos de produção e reprodução, que em sua maioria não representavam de fato o ser negro. Em meados do século XIX, por exemplo, essas imagens foram convertidas em cartões de visitas, ganharam o mundo como itens de colecionadores, vendidas como souvenirs.

Uma espécie de simbologia imagética do poder da “civilização” do colonizador branco europeu. Passaram-se mais de um século pós-abolição da escravização e infelizmente, ainda não temos um protagonismo negro nos meios da comunicação visual, exceto com alguns casos isolados, como o da modelo britânica, Naomi Campbell por exemplo.

Ainda seguimos uma reta que preza pelo ideário da beleza greco-romana, referência adotada pela Europa colonizadora. É necessário compreender que a curva que essa reta está dando há alguns anos na área da produção da moda, se estenda, e nos traga no mínimo uma equiparação justa em relação aos rostos brancos que estampam esse mundo imagético da indústria da moda e de outros seguimentos que trabalham com a imagem técnica como ferramenta de propaganda e marketing.

Como isso pode se tornar uma realidade? Começando a reconhecer que esses rostos e corpos negros são tão humanos e necessários quanto os que dominam o cenário atual. Nesse sentido comecemos a valorizar de verdade a cultura negra, entendendo que ela não só faz parte de nós, como também pode e será uma imagem que gerará não só a autoestima do ser negro.

Ela fomentará renda para todos os envolvidos de maneira mais equilibrada e justa. Dando não só visibilidade a esses agentes, mas reconhecendo que esses corpos são tão lindos e necessários quanto os demais. E sem dúvidas são! Gerando assim uma oportunidade dessa imagem ser produzida e disseminada de uma forma que todos se vejam representados de uma maneira mais honesta e real.”

Nossa coluna acredita e torce por mudanças!

Instagram: @rogersilvafotos

23 de maio de 2020

COLUNA #89 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

NOVOS ARES

As alagoanas Joyce Nicácio e Larissa Honorato estudaram juntas Produção de Moda em Maceió e atualmente estão cursando Design de Moda em São Paulo. Paralelo a todos os conhecimentos acadêmicos elas estão atuando ativamente na área que escolheram, Larissa está trabalhando como estilista, comandando o processo criativo de uma marca de atacado e Joyce atua na área de compras e comercial, sendo responsável pela curadoria de uma marca atacadista de jeans. Toda essa bagagem tem agregado bastante na carreira de ambas e essa parceria já está rendendo frutos, elas vão lançar no segundo semestre a marca autoral We Are (@weareloja) que terá DNA marcante e será direcionada para o público jovem que deseja roupas de qualidade, dentro das tendências aliado a um preço justo. Cores, história e descontração são alguns dos pilares da marca. A coluna está na torcida por esse projeto!

Fotógrafo: Dorival Zucatto

F5 FASHION

O atual cenário tem proporcionado um momento de novas ideias, em virtude do distanciamento social, as marcas estão se reinventando para fotografar suas campanhas. Já que aglomerar pessoas não é uma possibilidade, algumas grifes já estão fotografando seus editoriais via FaceTime. Uma das marcas que mais repercutiram foi a Gucci, que apresentou uma nova proposta para o seu inverno 2020, batizado de The Ritual. Os modelos tiveram liberdade para criar e se fotografar de forma sincera e divertida em seus momentos de quarentena – seja fazendo tricô, cuidando do jardim ou cozinhando. E o resultado foi um efeito visual eclético e cheio de personalidade.

TELINHA

Um dos maiores ícones da indústria da moda no Brasil, Dudu Bertholini apresenta a segunda temporada de “Nós, Os Fashionistas” no canal fechado FashionTV, que estreia no dia 5 de junho a partir das 21:00 horas. Sucesso de audiência, a primeira etapa do programa acompanhou a rotina de talentosos profissionais do universo fashion em seus processos de criação e ofício. A atração que teve as gravações realizadas antes da pandemia também ganhou um estúdio próprio em São Paulo, com cenário assinado pelo artista visual Kleber Matheus. Os outros entrevistados por Dudu são: João Pimenta, Carô e Pitty, da Amapô, Lilian Pacce, André Hidalgo, Chiara Gadaleta, Yasmine Sterea, Alexandra Farah e Isabeli Fontana.

TREND DIGITAL

As marcas estão se adaptando para viver neste novo formato repleto de cuidados necessários e restrições essenciais. No entanto a indústria da moda, segue almejando novas possibilidades. No calendário dos fashionistas já está marcado o Milano Digital Fashion Week (MDFW) que ocorrerá entre os dias 14 e 17 de julho de 2020 e apresentará coleções masculinas de primavera-verão 2021 e pré-coleções masculinas e femininas. Esta será a primeira vez na história que o evento acontecerá online. Certamente as peças vão surgir com conexões diretas ao cenário pandêmico. A MDFW vai permitir que as grifes apostem em modelos diferentes do convencional, sejam animações gráficas, vídeos ou imagens de uma sessão de campanha publicitária online. Formatos que respeitem as recomendações da Organização Mundial de Saúde.

3 de maio de 2020

COLUNA #84 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

SUSTENTABILIDADE EM CASA

A Converse é uma marca presente no guarda-roupa de todos, e o melhor de tudo é que a empresa continua a investir na identificação de soluções sustentáveis para seus produtos enquanto os criadores e a comunidade estão em casa. Com 110 anos de história, a marca continua determinada em tornar as coisas melhores, mais eficientes e mais ecológicas. Durante a quarentena, a Converse convidou jovens criadores para apresentar novas maneiras de “renovar” seus Chuck em casa, como parte de uma iniciativa para desenvolver maneiras inovadoras e mais sustentáveis de criar produtos.

PROPÓSITO

Diante desse cenário marcas que carregam propósito tendem a ter mais empatia pelo público, já que a ocasião pede mudanças na forma de pensar e isso se estende para as relações de consumo. João Maraschin é um designer brasileiro radicado em Londres, ele que já foi assistente de Ronaldo Fraga, está agora conquistando seu espaço. Seu trabalho tem chamado atenção por unir pilares que são importantes hoje: design, propósito e colaboração. Processos sustentáveis são a base da sua marca, a questão ambiental, social e cultural marcam presença. Vale ficar de olho nesse criador prodígio!

APERTA O PLAY!

Dica para passar o tempo se alimentado de arte e boas referências. Um documentário inédito chega ao Youtube mostrando os bastidores da mega exposição de Christian Dior: Designer de Sonhos, realizada de 5 de julho de 2017 a 7 de janeiro de 2018 no Museu de Artes Decorativas de Paris. Dirigido por Benjamin Wu, o filme de quase uma hora traz entrevistas com diversos profissionais envolvidos na montagem, incluindo a curadora Florence Muller, e também pessoas essenciais ligadas à marca, como a diretora criativa Maria Grazia Chiuri e Sidney Toledano, CEO do braço de moda do grupo LVMH. Vale o play!

COLORIR

A quarentena tem sido desafiadora para todos, testar novas atividades é um modo de passar o tempo e se distrair – mesmo que momentaneamente -, agora você tem mais uma opção (que muito vai agradar as fashionistas!): colorir as incríveis peças da Bvlgari com lápis de cor. Inspirada nos livros para pintar e com o objetivo de estimular o relaxamento em tempos de pandemia, a grife romana disponibiliza páginas cheias de detalhes das suas joias, relógios e bolsas, prontos para receberem cores e toda criatividade dos clientes.

1 de março de 2020

COLUNA #78 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

Paralelo ao Carnaval no Brasil as semanas de moda internacionais estavam bombando e as notas dessa edição trazem alguns burburinhos da temporada.

RECICLA
Maison Magriela, sob o comando criativo do britânico John Galliano, desfilou na semana de moda de Paris. Mostrando uma coleção que foi feita totalmente com reutilização de tecidos e peças, Magriela anunciou uma nova marca: a Recicla. Misturando cores e tecidos com costuras aparentes, além de muitas aplicações nas roupas. Garantindo um efeito visual marcante e propondo um inverno descolado e cheio de personalidade. Além disso, os acessórios de cabeça foram o forte da passarela da Maison. Diferentes formas de chapéus completavam os looks.

ESTRELA
A modelo Ugbad Abdi brilhou nas semanas de moda internacionais. Negra e nascida na Somália, a top muçulmana rouba olhares não apenas pela beleza única, mas por seu sempre respeitado hijabi, lenço de cabeça que é uma expressão da religião muçulmana. Nascida em meio a uma guerra civil, Ugbad viveu um longo período de refúgio no Quênia até chegar, aos 9 anos, nos Estados Unidos. Com 18 anos a adolescente recém-saída do ensino médio foi descoberta pelas janelas do Instagram, tornando-se rapidamente um rosto da Next Models e dando início assim à sua experiência nos maiores backstages do mundo.

XADREZ
Burberry apresentou uma coleção com overdose de xadrez, a nova linha incorporou o print-chave da grife nos mais variados formatos, em tecidos estruturados e fluidos, em roupas e acessórios. Na cartela de cores, o icônico #BurberryBeige acompanha outros tons de natureza neutra e terrosa, como caramelos, marrons e off-whites. Referências esportivas, como gargantilhas e munhequeiras vindas do universo do tênis, fazem contraponto com uma alfaiataria moderna e inteligente, feita para funcionar no dia a dia.

CONVIDADO
Pela primeira vez, Lucas Jagger — herdeiro de Luciana Gimenez e do vocalista da banda Rolling Stones, Mick Jagger — trocou a habitual fila A da Tommy Hilfiger para desfilar pela grife. Conhecido por manter uma rotina cool, Lucas deixou a cidade de Nova York, onde estuda arte, para dividir a passarela com tops como Alessandra Ambrósio, Candice Swanepoel e Naomi Campbell durante o terceiro dia de programação da semana mais conceitual do calendário.

15 de fevereiro de 2020

COLUNA #76 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

NOSTALGIA FASHION
A Adidas apresenta nova collab inspirada em uma das franquias japonesas mais conhecidas do mundo: Pokémon. Resgatando a nostalgia dos games em 8 bits, a coleção Adidas X Pokémon traz camisetas e tênis inspirados nos principais personagens da história e as diferentes pokébolas. Pikachu, Charmander, Bulbasaur, Squirtle e Eevee, ícones dos primeiros 150 Pokémons, são destacados em 8 bits misturados na logo Adidas em camistas super modernas.

ESTRELA
Confortável e versátil, a sapatilha sempre foi um modelo clássico entre os calçados. Sempre presente nas coleções da Arezzo, dessa vez, a marca aposta em uma versão atualizada para esse ícone fashion. A Arezzo Touch é uma ótima aliada para compor os looks invernais e agregar elegância e autoconfiança em todos os momentos do dia a dia. Para estrelar a campanha de sapatilha, a marca elegeu a atriz e apresentadora Maria Fernanda Cândido. Segundo a marca, ela representa o modelo e essa mulher forte, clássica e elegante.

NEW TREND
A mistura certeira da camiseta com a regata rendeu uma peça que além de estilosa é um verdadeiro curinga nos looks das fashion girls nessa temporada. A muscle tee é a queridinha da vez, e nada mais é do que uma camiseta em tamanho oversized sem mangas.

ETERNAS
Os brincos de argolas são itens que não podem faltar para arrematar todos os seus looks. Grandes, pequenas, com pingente ou várias argolas juntas, existem vários jeitos de incorporar o brinco nas produções e deixar tudo muito mais charmoso. Eleita um dos principais acessórios de 2020, deixa qualquer produção moderna. Um modelo que vale investir se for joia ou arrasar nas composições com os lançamentos de bijoux nas trends da vez.

8 de dezembro de 2019

COLUNA #65 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

Nossa coluna elencou as collabs mais incríveis do momento, – nacionais e locais. Um mix de marcas para colocar na wishlist neste fim de ano!

GIGANTES DO BEACHWEAR

A C&A reúne novamente marcas nacionais consagradas do universo do beachwear para uma coleção exclusiva. As grifes escolhidas foram: Água de Coco, Blue Man, Triya e a Salinas, que pela primeira vez faz uma parceria com a gigante do varejo. As quatro marcas, além da moda praia, também criaram looks especiais para o Réveillon e há roupas de casual wear na coleção, como tops cropped, saias pareô, calças pantacourt, macacões, chemises, shorts, calças e jardineiras em jeans. Conta ainda uma ampla gama de acessórios: bolsas com detalhes em palha e corda, além de sandálias, bonés, brincos, lenços e chapéus. Para sair com o styling completo.

PARA TODOS!

Riachuelo, À La Garçonne e Mattel unem forças, times e propósitos para lançar a coleção Barbie + À La Garçonne + Riachuelo. Celebrando os 60 anos da boneca que se tornou ícone de empoderamento feminino, a colaboração destaca a diversidade e retrata a representatividade, através dos traços do estilista Alexandre Herchcovitch. A collab que tem como meta ser possível para todos, propõe um guarda-roupa genderless completo, com tamanhos que vão do PP ao 3G e também é a primeira linha inclusiva da marca que conta com parte de suas peças adaptadas para pessoas com deficiência – botões magnéticos, elástico ou velcro foram usados para fechar as peças, essas são algumas das modificações que facilitam o dia a dia deste consumidor. Parte da renda será revertida para a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). Herchcovitch mais uma vez encantando com suas criações.

FEITO À MÃO

A coleção “Flowers” é fruto de uma das collabs mais originais e autênticas do momento. São peças bordadas por muitas mãos no Centro de Recuperação e Educação Nutricional de Alagoas. Sem dúvidas as criações tem uma conotação de verdadeiras obras de arte com perfume atemporal. As camisas desenvolvidas pelo Coletivo Aarteando, formado pelas “Mães do Cren” sob a direção criativa de Alina Amaral tem um acabamento e modelagem impecáveis. Para agregar ainda mais às peças, elas ganharam bordados de linha livres e aplicação de renda singeleza desenvolvidas também no Cren em oficinas coordenadas pela estilista Maria Brandão. É uma roupa literalmente afetiva, com diálogo permanente entre os princípios de sustentabilidade, cuidados e esperança. A coleção conserva alinhavos e pontos à mostra no verso, conservando toda a emoção por entre as tramas. Uma aquisição para vida toda!

Foto: Caio Urtiga

TALENTO CAETÉ

Herbert Loureiro é um artista visual alagoano dono de um trabalho uma estética inconfundível. As ilustrações que levam sua assinatura tem um recorte político, principalmente pelo seu pertencimento à comunidade LGBTQIA+. A novidade da vez fica por conta da collab a AHLMA.CC – marca de roupas que carrega DNA sustentável, moderno e  cool. Herbbbie criou uma estampa exclusiva para a AHLMA que conta a história de um encontro do Brasil com a arquitetura européia. O print com bossa tropical foi estampadas digitalmente e produzido com matéria prima recuperada. As peças já estão disponíveis nas lojas físicas, do Rio de Janeiro e São Paulo, e também no e-commerce da marca.

Foto: João Vitor Lage

26 de outubro de 2019

COLUNA #59 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

Algumas notinhas direto do Minas Trend e outras com os burburinhos da moda que deram o que falar essa semana!

COLLAB COOL

A Ellus lançou neste mês sua primeira collab com Reinaldo Lourenço, uma parceria estrelada que está ganhando o coração dos fashionistas. Características da grife do renomado estilista brasileiro, como o jogo entre opostos, masculino e feminino, clássico e moderno, dão o tom da nova coleção-cápsula das marcas. São 12 peças desenhadas a quatro mãos por Lourenço e Adriana Bozon, diretora criativa da Ellus, reforçando a identidade da marca que carrega um DNA jovem e eclético. O jeans é protagonista e faz as vezes de alfaiataria, em camisas e peças bem cortadas. São peças para atravessar estações no closet.

DEU BRANCO

O branco transmite pureza e paz, é um nuance que acalma e ilumina. Essa cor dominou o desfile de abertura da nova temporada do Minas Trend, passando a mensagem por trás do tema “Tecendo Futuros”. A 25ª edição do maior salão de negócios de moda da América Latina propôs uma reflexão sobre o bem-estar do planeta. Moda com consciência social, esses discursos estão cada vez mais presentes nas semanas de moda. O styling do desfile foi realmente encantador, todos os elementos dialogavam em uma sintonia plena. O prata também veio forte, trazendo um toque futurista e funcionando como um arremate perfeito para cada look.

VOANDO ALTO

A marca mineira Skazi mais uma vez inova para apresentar a sua coleção de inverno 2020. A inspiração principal foi o empoderamento feminino, toda essa atmosfera deu o tom da apresentação e embalou as passadas das modelos. O local escolhido para o desfile foi a pista de pouso e decolagem do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. Por lá, imprensa, bloggers e lojistas conferiram a apresentação com trilha sonora da banda mineira Lagum e o after party (super disputado!) foi comandado por Clarax Sofia. Os desfiles da grife são verdadeiros acontecimentos e nessa temporada não foi diferente.

PEQUENAS NOTÁVEIS

Elas chegaram causando a maior polêmica entre as fashionistas da moda, mas acabaram conquistando o seu espaço, a bolsa mini provou ser item essencial nos looks das it girls. E quando falamos em “bolsas mini” não estamos falando de tamanhos um pouco menores e sim, tamanhos bem reduzidos e que não cabem um celular. A bolsa mini ou micro, como preferir, é um charme à parte no look e muitas delas apesar do tamanho acabam exercendo o lugar de uma carteira comum, porém de uma forma mais fashionista e aparente na produção.

RAPIDINHAS:

…Depois de ter sido destaque nos desfiles internacionais, as mangas bufantes chamaram atenção nas passarelas nacionais e seguem como forte aposta para a temporada…

…Leveza e liberdade, este é o DNA da La Clofit. Com isso em mente, a nova marca de light fitness do mercado nacional apresenta modelos de shorts e saias, perfeitos para o frescor na chegada das temperaturas elevadas…

…Trazendo as influências da música através dos anos em seu DNA, a Calvin Klein vai levar o lifestyle da marca para a primeira edição do Unique Music Festival, festival música do Hotel Unique, ícone de São Paulo. E os ingressos já estão à venda…

…Em um país tropical, podemos usar e abusar das peças estampadas. E esse mood funciona em vários looks, dos básicos até os mais elaborados. Com isso em mente, TVZ apresenta Tropicalize, onde as cores alegram qualquer composição…