Sem categoria
COLUNA WIL STYLE #87 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
Sem categoria
COLUNA WIL STYLE #86 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
Sem categoria
COLUNA WIL STYLE #85 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
18 de março de 2022

COLUNA WIL STYLE #52 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

B-DAY AREZZO

50 ANOS PISANDO FIRME

Em 2022, a Arezzo completa 50 anos de história. A campanha para o inverno’22 reuniu um time renomado de profissionais encabeçados pela direção criativa de Giovanni Bianco. Intitulada #AREZZONEXT, o mood do inverno retrata os diversos estilos da mulher Arezzo ao longo de sua trajetória.

MEIA PATA

A coleção explora as macrotendências ao longo da história da marca. Destaque para o retorno do salto meia pata e quanto mais exagerados, melhor! As peças vão figurar como protagonistas este ano nos pés das it’s. Estão super marcantes no preto e branco, ambas em verniz.

BOTAS 90’S

O perfume dos anos 90 também passeia pela coleção. Impossível olhar para a polêmica bota branca e não lembrar que a peça era muito presente na estética da época. Na campanha as botas surgem como ícone de desejo para as fashionistas de plantão. O design é super futurista e garante modernizar qualquer look.

CALEIDOSCÓPIO DE CORES

Nem só de tons sóbrios viverá o inverno’22, as cores vibrantes aparecem em bolsas e calçados da coleção. Seguindo a tendência da moda dopamina, onde tonalidades intensas surgem despertando as emoções. As cores tem o poder de levantar a produção, aquele ponto de luz que fará toda diferença.

31 de outubro de 2021

COLUNA WIL STYLE #34 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

GERAÇÕES
A Arezzo lança “Gerações”, coleção nova que escolheu as influencers Mariana Sampaio e Fernanda Schneider como os rostos oficiais da campanha. Mariana e Fernanda têm em comum um senso de moda elegante e fashion, entretanto, cada influenciadora representa o estilo de uma geração. A família de peças pensadas para o público Z, representada por Fernanda, tem forte inspiração em tendências dos anos 1990 e 2000, aposta no conforto com um toque descolado e divertido. Pensando no público Millenial, Mariana, aficionada por moda e beleza, foi a escolhida para desenvolver sapatos atemporais, com toque fashionista, além de acessórios elegantes.

INFLUENCER VIRTUAL
O Vista Magalu, marca própria de roupas da Magalu nasceu com propósito de ser inclusiva, acessível e consciente. Chegando ao mercado de moda com a terceira maior influencer virtual do mundo como garota propaganda, a Lu. A marca contempla um mix de peças essenciais ao guarda-roupas feminino e masculino em variedade de produtos, estilos, cores e tamanhos, que vão do PP ao G4. Com uma linha permanente de básicos sem gênero.

ARTE SOCIAL
A recém inaugurada loja da Farm em Moema, São Paulo, tem peças de decoração e obras de arte popular que enfeitam o ambiente e foram desenvolvidas por artistas/comunidades brasileiras, as obras contaram com a curadoria do arquiteto Marcelo Rosenbaum. A parceria com o Projeto Ponto Firme, coordenado pelo estilista Gustavo Silvestre, também está entre os destaques da nova loja, ao todo foram 15 artesãos envolvidos na confecção dos provadores. O projeto oferece formação técnica em crochê para sentenciados da Penitenciária Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos (SP) e conta com o apoio da Círculo S/A para a doação dos materiais têxteis que permitem o aprendizado e desenvolvimento dos alunos. Uma iniciativa que rendeu um trabalho primoroso.

BRASILIDADE
O universo lúdico e vibrante da artista paulistana Renata Egreja foi incorporado à terceira coleção Limited Edition da italiana Salvatore Ferragamo, a primeira a trazer uma colaboração com um artista brasileiro. A coleção-cápsula é genderless e composta por duas camisetas, duas bolsas, uma mochila e acessórios como um cinto e uma carteira. As pinturas de Renata baseiam-se em suas memórias de estudo e viagens ao exterior e evocam a paleta explosiva e os efeitos visuais de um carnaval.

30 de agosto de 2017

Bate-papo com o expert em sapatos Alexandre Birman

Dono de uma mente criativa em constante efervescência e um exímio businessman, Alexandre Birman é extremamente regrado para coordenar o mega planejamento estratégico do conglomerado de marcas que compõe seu Grupo Arezzo& Co, – que reúne Arezzo, Schutz, Alexandre Birman, Anacapri e Fiever. Além de um case nos negócios, Birman não para de surpreender, sempre se reinventando como designer a cada temporada e ainda consegue aliar tudo isso aos campeonatos de triathlon que participa regularmente pelo mundo.

Backstage da entrevista, compartilhado no Instagram @arezzomaceio_

Quando questionado sobre o patamar de destaque que ocupa em seu segmento, Birman é pontual e atribui tal posição a muito trabalho, foco e determinação. E foi como parte dessa rotina incessante e regrada, que o CEO do Grupo Arezzo& Co fez uma visita relâmpago às lojas da rede na capital alagoana. A passagem faz parte de um dos preceitos da empresa fundada pelo pai em 1972, que inclui acompanhar todos os processos de criação, desenvolvimento e operacionais das suas marcas.

A franqueada da Arezzo em Maceió, Monica Mikie contou que há toda uma expectativa em torno da visita do designer nas lojas e esta foi a primeira passagem de Birman na cidade após ela ter assumido a gestão das unidades. “Alexandre é um fenômeno, desenvolve coleções lindas e que conseguem atender de forma brilhante a necessidade da clientela alagoana, que está cada vez mais exigente e antenada em moda”, afirmou a empresária.

Brindando o sucesso: Alexandre Sá (Diretor comercial Arezzo), Amanda Souza (Supervisora de vendas rede Arezzo Maceio), Monica Mikie (Franqueda Arezzo), Marcos Omena (Franquedo Arezzo), Alexandre Birman (CEO Arezzo& Co) e Silvia Machado (Diretora de Marcas Arezzo& Co)

Em entrevista exclusiva que fiz para o suplemento TUDO! da Tribuna Independente, Birman fala sobre processo criativo, carreira e incentivo aos novos designers. Confira:

Como funciona seu processo criativo? Quais são as etapas para o desenvolvimento das suas ideias?  

Já é algo que está literalmente ligado ao meu DNA, sou nascido e criado nesse segmento, meu pai desde os seus 18 anos dedicou a vida a entender todos os desejos femininos e me espelho muito nisso. Primeiro entra questões técnicas e anatômicas da construção da ideia, conforto é primordial. Depois disso, penso em como transformar as informações da moda em algo que seja bastante usável para o dia a dia, porque não queremos criar um sapato apenas bonito, nosso objetivo é criar peças que as mulheres realmente tirem proveito do investimento.

Como se reinventar produzindo para marcas com perfis tão distintos?

É um processo intenso, estou sempre conectado a tudo, não tem um momento específico para criação. Estou com a antena ligada 24 horas por dia, literalmente o tempo todo e nos mais diversos lugares, vendo o que as pessoas estão usando à minha volta, nas revistas e participando das principais semanas de moda. Também tenho o suporte de uma equipe muito rica, são cerca de 50 designers e estagiários reunindo todas as marcas. Fora isso, existe o acervo do meu pai, são mais de 40 mil modelos arquivados desde os anos 70, é muita inspiração.

Na era digital as redes sociais servem como uma ferramenta de inspiração, como é sua relação com elas?

São indispensáveis hoje, uso principalmente o Instagram sigo mais 50 mil pessoas e toda hora estou acompanhando, dos estilos mais variados, da moda e street style à fotografia de paisagem, para entender o que está acontecendo. A junção de todas essas referências acaba gerando novas ideias.

Quanto tempo levou para você conseguir um grau de maturidade e criar uma marca com sua assinatura?

Foram 5 anos após a criação da Schutz. Meu pai me ensinou que por traz de toda grande marca tem que ter um produto ícone, não adianta ter várias produtos legais, é primordial ter um produto que durante a vida toda vai ser lembrado pelas pessoas, a marca Alexandre Birman tomou forma ao encontrar esse modelo, batizei de Claritas e por ano só dela vendem cerca de 50 mil pares em todo mundo, é uma febre esse sapato em todas as alturas, cores e materiais. Depois que encontrei essa sandália minha marca tomou forma.

Foi com a marca que leva seu nome que você atingiu um público estrelado internacionalmente, a que você credita esse sucesso?

As celebridades internacionais não usam aquilo que elas não querem, mas quando você cai no gosto e elas realmente usam é incrível, quando você tem dezenas de pessoas    importantes no mundo usando seu produto é natural que ele se torne um ícone e isso não tem uma fórmula de sucesso, é um processo contínuo de aprendizado.

Quais são as suas principais apostas para calçados e bolsas nessa temporada de Primavera-Verão 2018?

Primeiro falando de sapatos aposto nas sandálias que deixam o pé nu, com tiras finas, principalmente em tons mais femininos, como rosa seco e o próprio azul claro. Nas bolsas sugiro sair do obvio preto e nude, vale ousar nas cores, temos tons lindos em nossa coleção, as bolsas coloridas são hit de verão.

Que mensagem você deixa para os jovens designers alagoanos?  

Tem que arriscar, o mundo é muito competitivo e hoje existem faculdades de moda em todo Brasil, repletas de gente talentosa, você tem que ser criativo e fazer a diferença. Se eu fosse uma pessoa talentosa aqui de Alagoas desenharia 50 modelos e enviaria para alexandrebirman@arezzo.com.br, que esse email vai ser acessado, estou sempre em busca de novos talentos.