Sem categoria
COLUNA WIL STYLE #86 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
Sem categoria
COLUNA WIL STYLE #85 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
Sem categoria
LUZ, CÂMERA E AXION! 
14 de agosto de 2022

COLUNA WIL STYLE #72 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

Beyoncé reúne referências icônicas na identidade visual de Renaissance, seu novo álbum!

3D FASHION

A capa do projeto recém-lançado, Renaissance, da Beyoncé traz  a diva pop com um cavalo brilhante e prateado, seu look foi desenvolvido pelo artista norte-americano Nusi Quero. Um nome em ascensão no cenário internacional pelo conceito de “arte vestível”, criada em impressoras 3D. O outfit usado por Beyoncé, pesa menos de 500 gramas e foi criado com elementos metálicos depois de um garimpo de diferentes objetos na Fashion District, em Los Angeles, evidenciando a sustentabilidade na moda.

NOVA GERAÇÃO  

A cantora aposta na inovação, incluindo em seu figurino jovens designers emergentes, voltando os olhos sobretudo para nomes femininos. Uma delas é a ucraniana Natalia Fedner, que tem uma proposta sustentável e vegana. Outra é a designer australiana Bethany Cordwell, que assina o body preto e branco de inspiração retrô. 

GAROTA DE GRIFE

Outro ponto importante dos figurinos do novo álbum é a intensa ligação com a Alta Costura: casas tradicionais da moda não ficaram atrás. A exemplo dos looks poderosos das grifes: Schiaparelli, Dolce & Gabbana, Gucci e Mugler.

MAIS, É MAIS! 

Maximalismo está presente na estética do álbum, nos looks é possível ver excesso de materiais, texturas e volume representado nas rendas e penas que valorizam o shape, tridimensionalidade também é um ponto que se repete nas produções.

24 de junho de 2022

FILÉ EM STYLING COSMOPOLITA

Por decisão unânime do Conselho Estadual de Cultura, o Filé se tornou Patrimônio Imaterial de Alagoas em março de 2014. O Filé é passado como herança entre a maioria dos residentes do histórico bairro do Pontal. De mão e mão os produtos, que chamam a atenção de quem passa pelas ruas, ajudam a complementar a renda da maioria dos artesãos da região. 

A designer Petrúcia Lopes é um dos nomes de grande expressividade no Estado por trabalhar o bordado filé com um olhar super contemporâneo, sempre inovando em modelagens e composições de cores, para imprimir informação de moda em cada criação que leva sua assinatura. 

O editorial, aqui apresentado, foi desenvolvido por alunos da Escola Técnica de Artes (UFAL) e teve como objetivo mostrar como as peças feitas com filé podem ser aplicadas de formas além das de costume, onde geralmente são relacionadas à estética litorânea. A proposta do ensaio se volta para quebrar esse paradigma através de uma apresentação de styling moderna e urbana, inserida no cotidiano. O filé pode e deve ser usado em múltiplas ocasiões. 

 

FICHA TÉCNICA

Produção: Carol Couto 

@_carolcouto_vercosa

Aux. Produção: Carol Mamede 

@carolinnemamede

Stylist: Milena Rayssa

@milenarayssal

Aux. Stylist: João Vitor

@jvitor1315

Peças em filé

@ateliepetrucialopes

Modelo:

@valeriacamerino1

Fotos:

@barbaraacioly

Parceiros:

@josycantarelli_conceptstore

@couro_estilo

@bartzenpremium

@manumake2022

6 de maio de 2022

COLUNA WIL STYLE #59 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

MET GALA

Aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos, a edição de 2022 do MET Gala, evento que oficializa a abertura da exposição do Costume Institute, “In America: An Anthology of Fashion”, e arrecada fundos para o museu. 

Criada em 1948, a gala foi durante muito tempo reservada à altíssima sociedade de Nova York, mas Anna Wintour, que assumiu a festa em 1995, transformou-a em um evento adaptado à era das redes sociais.

No coração de Manhattan, o icônico evento anual voltou a reunir centenas de famosos vestidos por grandes marcas, em trajes sofisticados, glamourosos e muito ousados.

 

14 de março de 2022

COLUNA WIL STYLE #51 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

RIHANNA É A PRÓPRIA REVOLUÇÃO FASHION

Rihanna, mais uma vez, está quebrando todos os paradigmas possíveis, provando que “roupa de grávida” é aquela que ela quiser vestir. No mês da mulher nada mais representativo que a exaltação do poder feminino no período de gestação. Esperando o seu primeiro filho com A$AP, a artista e empresária está indo contra aos padrões visuais ditos para mulheres grávidas. E claro, com muitas referências de moda. Separamos algumas apostas dos looks incríveis de Rihanna que estão chamando atenção!

BRILHO

Um dos primeiros grandes looks que Rihanna usou grávida foi durante evento da Fenty Beauty em fevereiro. Com uma peça, semelhante a um macacão, da marca The Attico, a musa de Barbados abusou do poder das franjas metálicas, o item deixa bastante pele à mostra. Uma peça totalmente brilhante que chama muita atenção.

TRANSPARÊNCIA

Um dos looks mais comentados de Rihanna foi o conjunto que a artista usou no começo do mês, durante evento da Dior, em Paris. O vestido totalmente transparente, deixando a lingerie em evidência, foi o grande destaque da noite. O styling foi amplamente divulgado na web. Icônica!

CROPPED

Rihanna usou um look bem ousado durante a Fashion Week de Milão. Ela apostou em um cropped de couro evidenciando a barriga e um casaco de plumas lilás da Gucci. Na parte de baixo, ela combinou as peças com uma calça preta, com bordado de dragão vermelho na lateral, e um acessório statement na cabeça.

TON SUR TON

A cantora foi ao desfile da Off White, em Paris, com um vestido e um casaco praticamente da mesma cor, formando esse look monocromático incrível. Além disso, o vestido bem justo dá um destaque para a barriga e a produção ficou marcante.

23 de novembro de 2021

COLUNA WIL STYLE #36 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

RETORNO
Após duas edições exclusivamente online, a São Paulo Fashion Week, principal semana de moda do país, voltou a ter desfiles presenciais a partir da última terça-feira (16), na Pinacoteca, no Centro da capital paulista. Do dia 17 até 21 de novembro os desfiles ocorreram no Pavilhão das Culturas Brasileiras, no Parque do Ibirapuera.

REGULAMENTAÇÃO!
Foi instituído que as marcas do SPFW têm que cumprir cota obrigatória de modelos para “negros, afrodescendentes ou indígenas” em todos os desfiles. “É obrigatório que a grife mantenha mínimo de 50% de modelos entre negros, afrodescendentes e/ou indígenas, do total dos modelos participantes em seu desfile”, diz o comunicado. O documento reforça ainda que, quem descumprir a regra, estará fora do line-up da próxima temporada.

LINE UP
Ao todo, neste ano, 51 marcas participam dos 27 desfiles presenciais e 24 virtuais. As marcas Bispo dos Anjos, Bold Strap, Corcel, Depedro, Fauve, Mninis e Von Trapp estreiam no evento. Um dos destaques dos desfiles é o belo Mustafar, de 21 anos, imigrante angolano, que atraiu muitos olhares desfilando para as grifes P. Andrade, Free Fire, Ateliê Mão de Mãe, João Pimenta e Silvério. Uma aposta da WAY Model que brilhou nas passarelas.

MUSA ALAGOANA
A 52ª edição do SPFW foi marcada pela participação da musa Lia Borgez na passarela. Em publicação no Instagram a bela anunciou: “É com muita alegria que anuncio a minha participação no @spfw deste ano, representando a marca Alagoana @baskabrasil”, uma excelente representante da beleza alagoana.

24 de outubro de 2021

MODA NÃO-BINÁRIA: SE DESPINDO DE CONCEITOS ANTIGOS!

O ator, cantor e cineasta norte-americano Billy Porter virou um dos assuntos mais comentados dos últimos dias devido à uma entrevista publicada pelo Sunday Times onde criticou a escolha de Harry Styles como o primeiro homem a usar um vestido na capa da icônica Vogue americana. A fala de Billy carrega consigo um verdadeiro grito político sobre a temática da moda não-binária, onde elementos tidos como masculino e feminino dialogam na mesma composição, transcendendo as regras de como cada pessoa deve se vestir.

O descontentamento de Billy se deve ao fato de não ter sido reconhecido como a pessoa que iniciou o movimento. Por ser um forte representante não só da cultura negra, mas também dos direitos LGBTQIA+ e tudo que é ligado as pautas de liberdade de gênero, ocupar essa posição vai além da moda, vem de uma trajetória de luta e conquistas por ser negro e gay em Hollywood. “Isso é política para mim. Esta é minha vida. Tive de lutar minha vida inteira para chegar ao lugar onde pudesse usar um vestido para o Oscar e não ser morto”, afirmou o ator. “Sinto que a indústria da moda me aceitou porque foi obrigada”, continuou. “Não estou necessariamente convencido e aqui está o porquê: eu criei a conversa (sobre moda não-binária) e ainda assim a Vogue ainda colocou Harry Styles, um homem branco heterossexual, em um vestido em sua capa pela primeira vez”, explicou.

Não é nem um demérito ao trabalho do Harry, a questão se volta para a relevância da ocupação desse espaço para um nome com vivências e representatividade. Pois, é incontestável a expressividade, trajetória e legado que Billy tem sobre a temática, uma vez que é frequentemente visto em premiações usando peças femininas e masculinas em conjunto, além de levantar a discussão da moda não-binária também em seu trabalho. No filme Cindelella, lançado este ano e estrelado por Camila Cabello, Billy interpreta a fada madrinha FabG, uma personagem não-binária.

O ator é, também, um símbolo de coragem, especialmente para a comunidade LGBTQ+. Em maio de 2021, revelou ser HIV positivo desde 2007, mantinha o segredo com medo de ser marginalizado, ainda segundo o Splash UOL. Em 2020, Billy também dividiu outros detalhes de sua vida antes de estrelar a série Pose, como o assédio que sofreu por parte do padrasto entre sete e doze anos, além de ter se revelado gay no meio da crise da AIDS: “Não houve um momento que eu não vivesse em trauma”, disse. Aqui deixamos todo nosso apoio ao Billy e a tudo que ele representa.

Trazendo um recorte histórico para a questão do binarismo de gênero na moda, essa temática foi selada no período industrial. Quando homens começaram a usar ternos e as mulheres vestidos. Essas diferenças nas roupas vieram para simbolizar o que era tido como masculino e feminino, nesse cenário inúmeros marcos atravessaram esse movimento, a frase célebre de Jean Paul Gaultier: “Eu não acredito que tecidos tenham gênero”, a linha de pensamento é uma excelente maneira incitar o desprendimento das relações da roupa com o gênero.

Que sejamos a desconstrução e mudança!

11 de outubro de 2021

COLUNA WIL STYLE #32 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

Confira os destaques da Semana de Moda de Paris.

DIOR

Os comprimentos mínis dominaram o desfile da Dior, principalmente em versão color block. Tudo combinando com o cenário super lúdico assinado pela artista italiana Anna Paparatti, inspirado no Piper Club de Roma. Muita alfaiataria com cortes retos, bainhas mais altas e mangas ¾ marcaram a coleção. As peças foram equilibradas junto ao styling com joias retrô. Vestidos com corte trapézio em tons fluorescentes, laços enormes e jaquetas estruturadas compõe a coleção primavera-verão 2022, que é uma verdadeira explosão de alto astral.

SAINT LAURENT

Após um tempo fora da semana de moda a Saint Laurent retorna às passarelas em solo francês. A grife desfilou tendo como plano de fundo a Torre Eiffel, em Paris. Silhuetas inspiradas nos anos 60 marcaram os lançamentos, tudo em um mood high-low, misturava elementos de mundos diferentes, como masculino e feminino, luxuoso e ordinário. Outro destaque que chamou a atenção dos telespectadores foram os truques de styling compostos por luvas coloridas e bolsas cluch posicionadas na cintura das modelos.

BALMAIN

Em tom festivo, Olivier Rousteing comemorou uma década como diretor criativo da Balmain em um verdadeiro festival fashion. Olivier é um dos poucos criadores negros nesse cenário das grandes grifes, e nesses anos já tem registrado um legado imensurável. A coleção desfilada no Paris Fashion Week teve mood de show de rock e resgatou as supermodelos para as passarelas. Naomi Campbell e Carla Bruni riscaram a catwalk com modelos icônicos revisitados dos arquivos da casa. O desfile também foi marcado por uma narração da Beyoncé, homenageando o designer. Preto e branco, sensualidade, bordados e texturas proporcionadas por cordas deram o tom.

CHANEL

Pela primeira vez em décadas, A Chanel organizou seu o show no Grand Palais Éphémère, projetada pelo arquiteto Jean-Michel Wilmotte. Glamour inspira Virginie Viard nesta temporada da retomada. O otimismo no uso e abuso de soluções sexy inspiradas no futurismo 60’s, na liberdade 70’s, no rock 80’s e nas supermodels 90’s estão condensados nos desejáveis 71 looks. As bijoux em resina e cristais ganham arremate do famoso logo, que aliás está por toda parte.

24 de setembro de 2021

RE(NOVA)ÇÃO DA MODA!

As grandes transformações da moda vieram em decorrência de revoluções no campo social. A palavra moda vem do latim “modus” e significa costume, maneira ou comportamento. Para entender a sua influência é necessário voltar um pouco na história e fazer algumas associações: as guerras mundiais, a revolução francesa, a luta de classes, o feminismo… Inúmeros marcos históricos têm ligação direta com as modificações no vestuário, à exemplo o uso do jeans e as calças para mulheres, esses movimentos sociais estão ligados as formas como nos vestimos.

Moda é política! Toda vez que nos vestimos, levantamos um discurso e reafirmamos essa narrativa estética. Nesse contexto pandêmico nossa relação com o consumo foi bastante questionada, no entanto, o que parecia ser um momento de reflexão para consumir menos, pensar se realmente precisamos, se as peças que temos no armário são verdadeiramente necessárias já não é tão potente quanto no início da pandemia. Pelo contrário, com o avanço da vacinação e flexibilização dos decretos, o consumo volta ainda mais latente, fruto da ansiedade guardada por meses.

Estudiosos da moda apontam que a próxima revolução da moda não deve ser sobre novidades, e sim sobre repensar e ressignificar tudo que já existe, o conceito de “upcycling” fica em evidência, o que significa a prática de reaproveitar materiais já existentes, como: tecidos, aviamentos, roupas e várias outras coisas classificadas como ‘lixo’.

O mercado de segunda mão deve valer mais de 64 bilhões de dólares até 2024, no entanto, os consumidores ainda declaram que o principal motivo para comprar peças de segunda mão é o preço e não a contribuição para a saúde e diminuição da poluição no planeta. É nesse viés que precisamos fazer uma renovação do pensamento, já que essa consciência ainda não chegou às massas. Existe uma grande oportunidade comercial para que consumidores, marcas e varejistas fiquem ligados nessa virada de chave, e de fato ressignifiquem o consumo.

Hoje, a revenda de peças usadas está entrando no centro da moda, a nova revolução não é sobre parar de comprar peças novas, é sobre criar novas linhas de pensamento que respeitem a saúde do planeta, é sobre compensar a quantidade de lixo que geramos e reeducar o que é estar na moda. Essa mudança de consciência é a trend da vez!

31 de agosto de 2021

COLUNA WIL STYLE #27 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

MODA & ARTE
A cantora Beyoncé é uma verdadeira potência em todos os sentidos, a diva se tornou a quarta mulher (e a primeira negra) a usar o Diamante Tiffany, a monumental pedra fancy yellow da joalheria mais famosa do globo. Descoberta em 1877 nas minas Kimberley, na África do Sul, a gema foi usada por: Lady Gaga, Audrey Hepburn e Mary Whitehouse. Com 128,54 quilates e 82 facetas, o diamante aparece na campanha que a cantora estrela ao lado do marido, Jay-Z. Além das belas imagens, o casal também gravou um vídeo. Mais um destaque é o quadro Equals Pi na cor azul Tiffany, de Jean-Michel Basquiat, que aparece como pano de fundo. Como parte de uma coleção privada desde a sua criação até os dias de hoje, essa é a primeira aparição pública da obra de arte.

DESIGN INCLUSIVO
A marca alemã Reframd lançou a linha de óculos escuros Afropolitan (Afropolita), impressos em 3D e projetados para pessoas com traços negros e asiáticos. A ideia é contemplar a diversidade de etnias, inovando com produtos específicos para diversos formatos de rostos e perfis de nariz baixo e largo, visando o conforto durante o uso. Segundo os empresários Ackeem Ngwenya e Shariff Vreudg, os traços faciais caucasianos são utilizados como padrão de beleza ideal pelas marcas, e a coleção surge nessa contramão, os óculos possuem design pensado justamente para propor essa inclusão no campo fashion.

ÍCONE CONSCIENTE
A atriz Angelina Jolie, 46 anos, criou uma conta no Instagram após todos esses anos da rede social. Mas, o conteúdo foi muito além de mostrar recortes da sua vida pessoal. Na primeira publicação, a artista reproduziu a carta de uma adolescente afegã falando sobre a crise no país com a volta do Talibã. Ela afirmou ainda que publicou a carta porque o povo do Afeganistão “Está perdendo sua capacidade de se comunicar nas redes sociais e de se expressar livremente”. Em menos de 24 horas, Jolie já conquistou mais de 5 milhões de seguidores e ultrapassou o recorde de pessoa mais seguida em menos tempo. Aos poucos é possível perceber trend do ativismo social, que ações como essa realmente sejam presentes na moda!

NEWS
A marca paulistana de moda e lifestyle Working Title, tem o seu DNA focado na moda contemporânea, unida ao conforto e a tecnologia do sportwear. Os lançamentos do momento trazem materiais funcionais e tecnológicos que foram escolhidos para o uso urbano com ótimo caimento e conforto. Esta tendência está em constante expansão no cenário streetwear do Brasil e do mundo. A coleção-cápsula começará a ser vendida a partir do dia 19 de agosto no e-commerce da WT e na loja física localizada em Pinheiro, São Paulo.

15 de agosto de 2021

COLUNA WIL STYLE #25 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

HIT AROMÁTICO
A nova fragrância, Egeo Hit&Beat, do Boticário entrou no mundo do funk, se unindo ao Kondzilla. Com o nome de #RevoadaDoEgeo, a marca traz celebridades como Pocah, MC Rebecca, Jojo Todynho e Gkay dançando ao som da música “Só Lazer”, de Lexa e Kevinho, e lançando um convite em suas redes sociais para quem quiser aderir ao movimento e aparecer em um clipe extraoficial dos artistas. A música já tem uma coreografia no TikTok, as dancinhas são o hit da vez. Todos os posts com a hashtag #RevoadaDoEgeo estão sendo compilados no site revoadadoegeo.com.br, que ficará no ar até 29 de agosto. Ações em collab no ambiente digital são super cool!

COLLAB BFF
Amigas desde a infância, a atriz Bruna Marquezine e a modelo Sasha Meneghel acabam de lançar a coleção BFF com a C&A. Com duas linhas distintas, cada uma representa o estilo da dupla. A coleção de Bruna Marquezine conta com referências escolhidas pela atriz, com peças mais ajustadas ao corpo, recortes, drapeados e amarrações. Já a linha de Sasha Meneghel traduz o estilo atemporal da modelo, com peças sóbrias, estampas xadrez, cores neutras e diferentes tons de jeans. As peças estão sendo bem aceitas pelas fashionistas!

IT MODEL
A modelo britânica Nyauethriam está fazendo sucesso na moda. Nascida em Londres, a modelo estampa a edição de agosto da Vogue. A new face é a sexta filha de um casal que migrou do Sudão do Sul para a Inglaterra pouco antes de seu nascimento. Formada em teatro, a bela começou a fazer trabalhos como modelo há cinco anos. Para o futuro, segue com desejos ambiciosos e pautados por muita inclusão: “A moda que eu sonho já está acontecendo. Acontece quando vejo pessoas negras exercendo funções variadas na indústria”, esse sonho da top também é compartilhado pela nossa coluna.

DIVA
A internet repercutiu muito as novas imagens da diva Beyoncé na capa da revista Harper’s Bazaar. Essa ação veio também para divulgar a nova coleção da sua marca IVY PARK em colaboração com a Adidas. A edição de setembro das publicações de moda é a mais importante do ano. Beyoncé apareceu com produções super elaboradas em fotos icônicas. Além do editorial, Beyoncé que está prestes a completar 40 anos, concedeu uma entrevista sobre sua vida, carreira e planos para o futuro, incluindo músicas novas e ações na moda.