Sem categoria
COLUNA WIL STYLE #86 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
Sem categoria
COLUNA WIL STYLE #85 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
Sem categoria
LUZ, CÂMERA E AXION! 

Brechó de luxo aposta em sustentabilidade e consumo consciente pós-pandemia

13 de outubro de 2020 | Por: Wilson Smith

Os Brechós vêm se popularizando muito nesses últimos anos como uma ótima opção de compra, uma vez que isso tem a ver com a preocupação em relação ao consumo exagerado que está diretamente relacionada aos impactos sociais e ambientais negativos de uma produção e consumo de moda desenfreados. Além do mais o preço: comprar nesse formato pode ser bem mais barato em relação às compras em lojas tradicionais.

O consumo consciente ganhou força durante a pandemia; é uma consequência positiva e que vai permanecer no “novo normal”. Inserido na tendência de economia circular, o brechó de luxo @cansei_vendi (www.canseivendi.com.br) registrou um crescimento de 30% de abril a julho em comparação ao mesmo período do ano passado e expande o acervo de seminovos com a criação da seção New But Sustainable, que traz produtos sustentáveis novos para complementar o portfólio.

Enquanto as vendas globais do mercado de luxo tiveram uma queda estimada de 25% no primeiro trimestre e devem somar um encolhimento entre 20% e 35% em 2020 – segundo a consultoria Bain & Company –, o @cansei_vendi registrou um aumento expressivo nas transações e atingiu recorde de faturamento mensal em agosto. “As pessoas não estão viajando, por conta das restrições para conter o coronavírus, e a alta do dólar tornou os importados inviáveis”, analisa Leilane.

Para compensar o prejuízo durante a crise, grifes como Chanel e Louis Vuitton aumentaram os preços mundialmente. E o reflexo foi sentido na plataforma brasileira, em que as bolsas lideraram as saídas nos últimos meses – especialmente as dessas duas marcas –, seguidas por relógios e joias.

Novo conceito!

Mais exigente, o consumidor mudou os hábitos de compras e leva em conta fatores ambientais e sociais em suas escolhas. O New But Sustainable contempla peças de moda sustentável e produtos naturais e artesanais.

Enquanto os itens do segmento second hand passam por minuciosa curadoria e controle de autenticidade – tanto da equipe interna quanto da empresa americana Real Authentication, que é especializada em artigos de luxo – para evitar falsificações, a nova categoria tem marcas locais também selecionadas a dedo, para garantir que a origem das matérias-primas e os processos de fabricação sejam coerentes com a proposta eco-friendly.

O marketplace tem mais de quatro mil peças seminovas de mais de 120 grifes, distribuídas nas seções de vestiário feminino, masculino, infantil e home & decor, com valores até 80% menores aos das lojas. “A moda é cíclica, os produtos invariavelmente voltam a ficar em alta. E o futuro do consumo é a economia circular. É um caminho sem volta, uma consequência positiva desse momento em que passamos”, diz Leilane. O Blog do Wil acredita e apoia essa iniciativa!

Comentar




* Área sinalizada obrigatória.
Comentários com conteúdo racista, span, publicidade, pornográfio ou com agressão verbal serão rejeitados.