PORTFÓLIO
COLUNA WILL STYLE #156 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
PORTFÓLIO
COLUNA WILL STYLE #155 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
MODA
COLUNA WILL STYLE #154 – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE
22 de março de 2020

COLUNA #81 LIFE STYLE – JORNAL TRIBUNA INDEPENDENTE

O início do ano para os fashionistas é sempre marcado pelo circuito da moda internacional, a notícia do Coronavírus se propagou durante a semana de moda de Milão e assustou todos os envolvidos dessa cadeia. Em seguida, Paris se tornou o centro das atenções para dar continuidade aos lançamentos das coleções de Outono-Inverno 2020/2021. Nesse contexto do avanço da doença muitas marcas cancelaram suas apresentações e os desfiles da temporada cruise que acontecem logo em seguida estão na mesma situação, além do pânico, o COVID-19 também tem gerado grandes desfalques na economia deste mercado.

Toda a frenesia e glamour dos desfiles tornou-se sinônimo de medo e preocupação, visto que a aglomeração de pessoas em ambientes fechados é uma situação de risco. Mas, esse momento tem sido de bastante reflexão, muitas marcas gravaram os desfiles sem plateia e apresentaram ao vivo em diversas plataformas, o atual cenário serviu para o surgimento de novos formatos na exposição das apostas do que será usado nos dias invernais. Grandes editores de moda suspenderam os trabalhos na redações e tem desenvolvido as atividades em home office. Em solos brasileiros o SPFW já se pronunciou cancelando o evento que aconteceria em abril.

A temática tem se tornado recorrente, e de fato quanto mais informações tivermos será melhor. A prevenção é um fator extremamente importante e é preciso estar conectado com essa rotina de cuidados. Está sendo comum ver a utilização de máscaras, mas o hábito de inseri-las na produção já era uma aposta forte entre os adeptos do street style de metrópoles como Hong Kong, Nova York, Londres e outras grandes cidades, os mais antenados do globo já usavam máscaras antipoluição para incorporar ao look urbano. Inclusive, grifes reconhecidas como Off White, Heron Preston, Anti Social Club e Supreme possuem diversos modelos para venda.

Nesse contexto “zeitgeist” (espírito de um tempo) que é captado com maestria por muitos estilistas, sem dúvidas nessa temporada os holofotes estão voltadas para Designer francesa Marine Serre, de 28 anos, que fundou sua grife em 2017 e já estampou suas famosas luas minguantes em produções para Beyoncé, Dua Lipa, a família Kardashian e outras grandes celebridades. Depois de desfilar em algumas temporadas, o fashion show de Marine se tornou um dos mais aguardados da Semana de Moda de Paris. Suas criações misturam futurismo, sustentabilidade e códigos culturais, já tem alguns anos que ela vem utilizando máscaras em suas coleções e nessa última não foi diferente. Fazendo jus ao que ela chama ser “futurewear”, uma temporada que sem dúvidas fica eternizada na história da moda. Torcemos para que tudo se estabilize!